quinta-feira, 5 de abril de 2012

Resumo do filme Sociedade dos Poetas Mortos.

O filme Sociedade dos Poetas Mortos mostra uma realidade que se passa em uma escola que usa a forma de internato para alunos do sexo masculino chamado Welton. A mesma tem uma educação rígida, tradicional baseada nos princípios de Tradição, honra, disciplina e excelência. Todo esse rigor e tradição que leva os pais a escolherem o internato como base educacional para que ingressem nas melhores universidades.
De estilo pedagógico cientifico, valorizando a medicina, direito e engenharia, não dando tanta importância à literatura e a arte dramática. Isso se torna evidente quando um aluno de nome Neil não convence o pai de que deseja e deve estudar arte dramática, Neil entra no mundo do teatro e o pai o aborda depois de descobrir que ele participa de uma peça de teatro.
A imagem feminina é prevalecida pela razão masculina. O sexo feminino é tratado como inferior ao sexo oposto. O aluno Neil é levado ao suicídio por não concordar com a imposição do pai em relação à escolha da carreira profissional.
Indo contra tudo isso o professor John Keantig que defende o ensino com base no próprio processo de vida, ele ensina que a educação deve se confundir com a vida, fugindo dos paradigmas defendidos pelo internato, o professor utiliza outros espaços não convencionais para desenvolver atividades diferentes, melhorando a convivência com os alunos. O filme possui cenas no qual o professor encoraja os alunos a subirem na mesa, falarem alto e arrancar páginas de um livro, considerando-os como algo sem valor, dessa forma ele abandona o currículo padronizado pela entidade de ensino e mostra aos alunos como podem pensar por si próprios.
O filme a “Sociedade dos Poetas Mortos” é um filme brilhante, pois mostra a importância do professor na vida dos alunos e da influência do mesmo no sentido de estimular o educando a se tornar cidadão e a desenvolver a criticidade, criatividade e a capacidade de raciocínio, sendo o mesmo um ser completo para exercer o seu papel na sociedade.
Fonte: Sociedade dos Poetas Mortos. Produção de Peter Weir. EUA: Abril Vídeo, 1989. Filme (128min).

7 comentários:

  1. Olá Arindo,

    assisti o filme. fantástico seu texto o filme é fascinate e seu texto tambem. sou estudante de letras, muito bom.

    meu nome é Aristeu adiciona ai para conversarmos?

    e-mail. aristeu.ilhabela@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Aristeu, o Blog está a disposição de quem precisar ou tiver curiosidade, como a Licenciatura em Informática é algo novo, eu tenho a intenção de ajudar outros colegas desse curso e de outros cursos que precisarem de ideias para trabalhos escolares.
      Um grande abraço.

      Excluir
    2. Muito bom teu texto Arindo, sou estudante de Licenciatura em Informática tambem e tão dificil encontar alguma coisa direcionada para este curso. Que bom que vc teve esta iniciativa.

      Excluir
  2. Muito bom o seu resumo, fala certinho o que o filme quis passar. sou estudante de pedagogia, e a professora Luciana Larangeiras que nos passou. Todos choraram muito mais entenderam o que o filme quis transmitir, como é importante o trabalho de um professor na vida de um aluno.

    ResponderExcluir
  3. Me salvou em cima da hora....Esqueci do filme e achei o seu Blog valeu mesmo...

    ResponderExcluir
  4. Adorei seu resumo,sou estudante de pedagogia,o filme é o máximo,e seu resumo descreve exatamente o q o filme quer nos transmitir,,bj

    ResponderExcluir
  5. Fantástico o resumo... Se enquadra perfeitamente ao filme... Um filme maravilhoso.. Faço Licenciatura em Matemática e estudo Filosofia da Educação.. Me ajudou muito.. Parabéns

    ResponderExcluir